Amigo, não estrague o verniz da sua guitarra ou baixo…

Olá, mais uma vez vamos a um assunto super importante, o verniz!

O conhecimento no assunto pela maioria das pessoas é pequeno, e a confusão é grande!

Vamos ao que interessa.

Quais tipos de verniz existem?
Muitos, mas muito mesmo. Porém vou falar dos mais comuns.

Verniz PU:

O Pu ou poliuretano é uma resina acrílica, geralmente Bi componente (resina + catalizador) e amplamente utilizado em instrumentos musicais. Ele garante cobertura, resistência, e proteção da madeira.

O verniz PU em geral é muito resistente, e a maioria dos produtos vendidos no mercado para limpeza e polimento de verniz, são compatíveis com o PU, sendo assim, o processo de limpeza e polimento é bastante simples nesse tipo de verniz.

O importante a se observar, é que quando o verniz é PU fosco, devemos evitar ao máximo o atrito ao limpar o instrumento, pois o fosco ao ser finalizado, não exige polimento e quando esfregamos a superfície do fosco o verniz acaba por ficar brilhante, o que não é nossa intenção.

Verniz Nitrocelulose:

O nitrocelulose é um verniz que não possui resistência aos mais variados tipos de solventes, como os tradicionais Álcool, Thinner e Acetona. Ao termo popular, o nitrocelulose é o verniz que nunca seca, sendo assim, qualquer produto de polimento ou limpeza que você utilizar, que tenha algum composto desse em sua composição, pode danificar o acabamento do produto.

Verniz Poliéster:

O poliéster é um tipo de verniz muito resistente. Quando seco, os mais variados tipos de solventes são incapazes de danificar o acabamento desse verniz. Porém essa característica de rigidez, faz com que o poliéster seja frágil a quedas. O verniz parece um vidro quando finalizado, e ao receber uma pancada ou queda, acaba por trincar com muita facilidade.

Verniz Goma Laca:

Os cuidados da goma laca são similares ao nitrocelulose. Ela não é capaz de suportar os solventes como Thinner, Acetona e álcool, por isso é muito importante evitar produtos com essa base.

Cera:

Alguns instrumentos são finalizados com ceras, e a cera é um produto similar a esse mesmo que utilizamos em tacos de chão de casa.

Para quem já tem experiência com esse tipo de acabamento, sabe que a cera pode acumular sujeira e ficar manchada. Nesse caso é importante sempre manter a limpeza em dia, com pano úmido e de tempos em tempos refazer o acabamento.

Por isso sempre leia o rótulo do produto de limpeza ou polimento que você está utilizando, pois esses podem estragar o acabamento do seu instrumento.

Até a próxima.